terça-feira, 7 de abril de 2009

VIU O QUE VOCÊ FEZ?



Abri o peito, gritei e você não me ouviu; estendi a mão e você não segurou, implorei e você silenciou.


Fiz tudo isso e diante do teu silêncio me vejo aqui agora conivente com a minha própria destruição e tão infeliz quanto Petrarca diante da morte de Laura. Queres que eu diga versos dele, queres? Morte levou o meu duplo tesouro / A causa meu contentamento / E consolar não pode o meu tormento / Nem gema oriental, nem terra ou ouro. / Por ser consentimento do destino , / Perde-se em mágoa a triste alma minha /Choram meus olhos e o meu vulto (...) Achas pouco?


Queres que eu cante Hino ao Amor de Piaf, queres? Até onde me conduzirá esta tristeza? Até ao fundo do poço? Por acaso encontrarei por lá um novo amanhecer? Como, se teu espectro me persegue? Como farei para me livrar de ti? Por que você entrou em mim e saiu sem me pedir licença?


Não entendes que sem o teu amor eu não posso viver? Está vendo só como eu fiquei? Não se morre assim atoa! Por que tu não entendes isso de uma vez por todas e volta pra mim?! Tantas perguntas e nenhuma resposta!


Tem Deus que manda ai em cima, tem? Se tiver pede as contas e desce, por favor, te peço, volta pra mim...

3 comentários:

punXpiD3r disse...

oi frô,
-desculpa a intimidade,sou assim mesmo.-
adorei teu blog,muito bom.
adoro quando encontro leituras na net que valem a pena.Blogs como o teu mostram que ainda existem pessoas com talento para escrever e que bom que resolvem fazê-lo.virei seguidor
beijão
www.conversacommeusbotoes.blogspot.com

Chica disse...

ADOREI ESSE TEXTO COM UM XINGÃOZINHO...Ele tá tremendo e deve estar se preparando ´pra voltar...um beijo,tudo de bom,chica

Ana Luiza... disse...

Zelia, você consegui falar...falar e falar...
Amiga pela primeira vez você disse, falou de sentimentos e revelou um pouco de sí mesma!!!
Amei, acho que você libertou uns 15 kilos das costas depois dessa!