quarta-feira, 29 de abril de 2009

SOLIDÃO E A ILUSÃO DA LIBERDADE



O que é solidão? É simplesmente o “estar só”?

Segundo o controverso filósofo indiano Osho, solidão é como a escuridão e você não pode lutar com a escuridão, com a solidão nem tampouco com o medo do isolamento diretamente, pois nenhuma dessas coisas existem, elas são simplesmente ausência de alguma coisa.


Exemplificando: o que fazemos quando nos encontramos diante da escuridão? Com a escuridão não fazemos nada diretamente, pois ela é somente ausência de luz, ela não existe, acedemos a luz e ela, a escuridão, que não existe, desaparece.


A solidão, como já foi dito, é feito a escuridão, é ausência também, é medo; quando nos sentimos sozinhos vem o desejo de se apegar a alguma coisa, a alguém, algum relacionamento, só para manter a ilusão de que não estamos sós, contudo, afirma Osho, nós sabemos que estamos – por isso a dor – Por um lado você está se apegando a algo que não é real, que é somente um arranjo temporário - um relacionamento, uma amizade, "que subitamente se torna consciente que este relacionamento ou esta amizade não é permanente.


Hoje amigos e quem sabe o dia de amanhã? Amanhã que podemos ser desconhecidos novamente - daí a dor."O que é certo é que não se pode evitar a solidão , ela faz parte dos fundamentos da vida.


Afirma ainda Osho, o que é necessário não é algo que você possa evitar a sua solidão. O que é necessário é que você se torne consciente da sua solitude, o que é a realidade.


E é tão belo experiência-la. Senti-la. Porque é a sua liberdade da multidão, do outro.


É a sua liberdade do seu medo de estar sozinho

2 comentários:

Yasmine Lemos disse...

Lindo texto!!!beijo te amo

Chica disse...

Só tenho a concordar com a Yasmine...É lindo e reflexivo teu texto! um beijo, às duas,chica