quinta-feira, 21 de junho de 2007

TODAS AS MULHERES DO PRESIDENTE





Cheguei até Eugenio Pelleto, - e não foi via Google - foi através de Machado de Assis, uma crônica sua escrita pelos idos de 1861. Nela, Machado, baseado no que chama de profecia de Eugenio Pelleton onde ele explicita que “a mulher, com o andar dos tempos há de vir a exercer papel político”. Sem entrar na investigação filosófica da tal profecia, o senhor Machado, deixando transparecer um certo débauche, diz que desejava ver realizado, em maior plenitude o que prenunciava Pelleton e acrescenta: “eu quisera uma nação, onde a organização política e administrativa parasse nas mãos do sexo amável onde, desde a chave dos poderes até o último lugar de amanuense, tudo fosse ocupado por essa metade da humanidade. O sistema político seria eletivo. A beleza e o espírito seriam as qualidades requeridas para os altos cargos do estado” ... (aí eu indago: e a competência , senhor?!).


Feito o intróito, concedido que existe, hoje, concretude no que profetizou Eugenio Pelleton, vamos tomar por empréstimo o título do livro “All the President’s Men” de Bob Woodward e Carl Bernstein, inverter o sexo e traçar o perfil de“todas as mulheres do presidente”


DILMA ROUSSEFF, Ministra da Casa Civil, antes de chegar ao posto atual serviu a outros senhores e a outras causas. Foi moiçola intrépida e teve os seus dias de “Bonnie and Clyde”, pegou em armas, destacou-se por comandar uma quadrilha, que realizou assaltos na década de 70, agindo segundo suas convicções políticas, em nome de uma pretensa revolução comunista no Brasil .


MATILDE RIBEIRO, Ministra de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, que não leu Lima Barreto, pois se tivesse lido saberia que não existe como definir a cor do brasileiro haja vista tantas em nós andam que uma cor esconde a outra. Sua história de vida é curta, é formada pela PUC-SP em Serviço Social; filiada ao PT; tendo como marca sofrida da infância a lembrança de ter sido chamada de “neguinha” por uma colega de classe. Ao invés da igualdade andou incentivando o racismo e a intolerância entre pretos e brancos e teve o seu momento de “glória” às avessas pelas declarações infelizes que andou dando à imprensa.


MARINA SILVA, Ministra do Meio Ambiente, taí uma história de vida certinha, nem a maleita é capaz de derrubá-la, forte que nem um jatobá, dá vontade da gente se tornar “povos da floresta”, soprar as formigas e sentar no tronco; balançar no cipó; dar canga-pé pelada no rio, nadar em meio aos jacarés, transar com boto; alimentar piranha; pedir pra tia Marina cuidar de nós, catar nossos piolhos; ouvir dela histórias da carochinha e nas noites iluminadas pelos vaga-lumes ouvi-la e vê-la ler página por página o Guarani de José de Alencar.


INÊS DA SILVA MAGALHÃES, Secretária da Habitação, socióloga, cheia de títulos e passagens por instituições governamentais do país, no afã de mostrar serviço aos “cumpanheiros” está querendo ver o circo pegar fogo; declarações suas na imprensa diz que, por considerar legítimo, incentiva os movimentos dos sem-teto a invadirem imóveis país afora ( contanto que o imóvel não seja o dela nem o da sua santa mãezinha).


MARTA SUPLICY, Ministra do Turismo, ex-deputada federal, ex-prefeita de S. Paulo, ex-mulher do senador Eduardo Suplicy, psicóloga, psicanalista, sexóloga , com idéias avançadas sobre o assunto. Só espero que agora, na condição de ministra do turismo não institua o “turismo sexual”, com a cobertura do ministro Mantega, cuja filhota está nas páginas da Playboy, por enxergar como mais uma fonte de renda para o país.


É, seu Pelleton..., O tempo andou, a sua “profecia” está se cumprindo, as mulheres estão tomando assento nas giroflex. Quanto ao seu Machado, mais um pouquinho e nós do “sexo amável” ditaremos as regras e tomaremos conta do pedaço. Os homens...? Ah, os homens... Para que os queremos? Nem mais para fazer filhos. Olhe a ciência aí, gente! Está pintando na praça espermatozóide para as mulheres, logo, logo seremos também, paipai.


Zélia Maria Freire


4 comentários:

ESCRITOS disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ESCRITOS disse...

adorei seu blog!
beijos Yasmine,no comentário anteior esqueci de assinar.

Anônimo disse...

Texto interessante, mas será que vai chegar o dia que as mulheres não irão precisar dos homens nem para fazer filhos? Quero está vivo.

Yasmine disse...

quero texto novo!!!